Roberto Di Matteo: Vencedor de todas as formas

Roberto Di Matteo foi um meio campista italiano nascido na Suíça. Começou sua carreira no modesto FC Schaffhausen no ano de 1988, onde se destacou e se transferiu para o tradicional FC Zürich e fez somente uma temporada no clube da capital suíça, transferiu-se então para o FC Aarau, onde venceu o Campeonato Suíço 1992/93.

Di Matteo pôde finalmente jogar em um clube da terra da bota: A Lazio. Ele fez três temporadas no clube da capital italiana (1993/94, 1994/95 e 1995/96), mas não conseguiu títulos. O meia, que já estava com 26 anos, foi para o clube em que se tornaria ídolo: O Chelsea. Lá, Di Matteo venceu: 2 Copas da Inglaterra (1996/97 e 1999/00), 1 Copa da Liga Inglesa (1997/98), 1 Recopa Europeia (1997/98), 1 Supercopa da UEFA (1998) e 1 Supercopa da Inglaterra (2000). Esteve presente na Eurocopa de 1996 e na Copa do Mundo de 1998, fez 34 jogos pela azzura e marcou dois gols. Se aposentou em 2002 com apenas 31 anos, devido a uma fratura na perna.

Começou sua carreira de treinador no ano de 2008 no comando do MK Dons, clube que quase subiu para a Championship, tendo sido eliminado nas semfinais dos play-offs. Transferiu-se para o West Bromwich, levando o clube ao acesso para a Barclays Premier League 2010/11. Demitido por maus resultados em fevereiro de 2011, retornou ao Chelsea como auxiliar de André Villas-Boas e assumiu o comando de forma interina em 2012. O italiano venceu em pouco menos de um mês a Copa da Inglaterra 2011/12 diante do Liverpool e depois o maior título da história dos blues: A UEFA Champions League diante do Bayern de Munique. Em 2014/15, treinou o Schalke 04 da Alemanha.

Di Matteo sempre será lembrado pelos blues, pois ídolo é para sempre!

Posted by Matheus Felippe